Por dentro do Rio

Parque das Ruínas: um belo passeio no Rio de Janeiro

por Constance Escobar em

Uma das (muitas) coisas que me encantam no Rio de Janeiro é o fato de haver mil e um lugares de onde se descortinam vistas sensacionais da cidade, que se revela sob os mais diversos ângulos, todos, sempre, arrebatadores. A geografia acidentada ajuda; favorece o surgimento de mirantes privilegiados. O cenário de beleza farta entra com seu quinhão. E os espectadores – locais ou visitantes – agradecem entusiasmados.

Eu, que sou uma carioca que ainda se surpreende com a beleza desse canto de mundo onde nasci, vivo a buscar todos os possíveis ângulos da cidade. Não me canso. Volto inúmeras vezes aos mesmos lugares só pelo prazer de provar a mim mesma que ainda não me surpreendi o suficiente. Um desses lugares é o Parque das Ruínas, sem dúvida, um dos mais belos passeios no Rio de Janeiro.

Encravada numa das íngremes ladeiras de Santa Teresa, a casa que foi propriedade da mecenas Laurinda Santos Lobo, e cujos salões testemunharam alguns dos mais incríveis saraus acontecidos na cidade, remete a um Rio de Janeiro de outros tempos (não sei se melhores, mas mais românticos, mais poéticos, mais elegantes talvez…). Suas ruínas, a que se somaram rampas e escadas em estrutura metálica, foram transformadas num mirante de onde se vislumbra uma verdadeira sequência de cartões-postais cariocas.

Catedral Metropolitana e Arcos da Lapa…

Os arcos de pertinho…

Marina da Glória e Baía de Guanabara…

Aeroporto Santos Dumont e, ao fundo, Mirante da Boa Viagem e Museu de Arte Contemporânea de Niterói…

Pão de Açúcar…

E Corcovado.

Embora a vista panorâmica da cidade seja, hoje, o grande foco de quem vai ali, confesso que, entre um clique e outro daquele cenário monumental, gosto de imaginar o tempo em que tanta beleza era moldura pra efervescência cultural daqueles salões, onde Heitor Villa-Lobos e outros grandes artistas de sua geração eram figurinhas fáceis. Quase consigo ouvir as notas musicais saindo pelas janelas e ganhando as ladeiras do bairro… E sinto saudades de um Rio que não conheci.

Parque das Ruínas – Rua Murtinho Nobre 169 – Santa Teresa

As atualizações do blog você também acompanha no meu twitter