Viajar Bem e Barato

Florença a menos de 100 euros: 10 hotéis bons, baratos e no centro histórico

por Rachel Verano em

Não é novidade nenhuma dizer que a Itália é cara. Que qualquer orçamento apertado pode ir por água abaixo em pequenas escorregadas. Ou que paga-se lá muito mais do que se pagaria nos países vizinhos por coisas tão simples quanto uma coca-cola ou um sanduíche.

Mas também não é novidade nenhuma dizer que a Itália é imperdível. E que, mesmo com os malabarismos a mais que exige no orçamento, é possível domar a expansividade italiana – que se reflete nos cifrões com a mesma intensidade que no comportamento do seu povo.

A parte que interessa de Florença é pequena. E ficar hospedado no centro histórico é fundamental para curtir a cidade ao máximo. Só assim dá para ir andando para todas as atrações, dá para voltar do jantar a pé, dá para deixar as compras no hotel no meio da tarde.

As diárias dos melhores hotéis ultrapassam com facilidade os 500 euros. Mas há vizinhos bem interessantes ocupando as mesmas calçadas com preços mais de cinco vezes menores – o que, em se tratando de Itália e de Florença, é uma pechincha. Aqui vai uma listinha de dez hotéis bons, bonitos e baratos no miolinho de Florença, para ver o Duomo da janela – ou ser vizinho do Davi (o falso mesmo) por alguns dias:

- Johanna II (foto)
A cinco minutos de caminhada da estação de Santa Maria Novella, ocupa uma linda villa cercada por um jardim. Tem quartos em tons pastéis e livros na cabeceira. Vantagem absurda: estacionamento gratuito para hóspedes! Diárias desde € 85.

- Johanna I
Dos mesmos donos da Johanna II, tem quartos amplos e com o pé direito alto num palazzo do século 19 – alguns com direito a cama de dossel. Fica pertinho da Piazza e do Mercado de San Lorenzo, ou seja, a poucos passos do Duomo. Diárias desde € 95.

- Johlea
Mais um dos mesmos donos das duas alternativas acima, com a mesma proposta: bed & breakfast aconchegante e cheio de charme e personalidade. Fica num predinho de fachada amarela numa rua tranquila e tem quartos recheados de móveis de época, com banheiros de mármore. Diárias desde € 95.

- Cosimo de’ Medici
A poucos passos da estação, foi reformado recentemente e tem 27 quartos bem bonitinhos – sete deles de decoração mais moderninha. A internet é de graça (a rede sem fios pega na maioria dos quartos) e o café da manhã tem croissant e nutella. Diárias desde € 60.

- Alinari
Ocupa o 4º andar de um predinho do lado da estação (é vizinho do Cosimo). Um três estrelas simples e prático, com um terraço simpático para tomar o café da manhã nos meses do verão. Diárias desde € 80.

- Abaco
São apenas 9 quartos no coração da cidade. A decoração é simples e, em alguns cômodos, bastante rococó. Mas o preço das diárias é convidativo: desde € 72.

- Casti
Fica nos arredores da Fortezza da Basso, perto da estação e, consequentemente, a algumas quadras do Duomo. Alguns quartos se abrem para a cúpula da catedral. Seu maior trunfo é o jardim, recheado de palmeiras e paredes cobertas de hera, com fontes e estátuas de terracota. Diárias desde € 99.

- Botticelli
Pertinho do Mercado de San Lorenzo (e do Duomo), ocupa uma bonita casa renascentista de paredes ocre do século 16. Seus 34 quartos foram restaurados recentemente e, nas áreas comuns, mantém tetos abobadado e afrescos. Diárias desde € 99.

- Axial
A localização é imbatível: fica na rua principal que vai do Duomo à Piazza della Signoria. Foi reaberto no ano passado depois de passar por uma boa reforma que deixou os quartos simples e funcionais. Tem internet sem fios e de graça, e janelas anti-ruído nos quartos. Diárias desde € 90.

- Relais Il Campanile
Outra alternativa quase dentro do Duomo. Os quartos são arrumadinhos e todos têm ar-condicionado. O custo-benefício é bem interessante: as diárias custam desde € 60, mas o café da manhã não está incluído. Ao invés de pedir o seu, a € 5 por pessoa, desça e vá tomá-lo num dos muitos cafés bonitinhos dos arredores.