Viajar Bem e Barato

Metrô de Londres: olho no bolso!

por Rachel Verano em

 

Entrada do metrô com o Big Ben ao fundo: o mais caro do mundo?

O metrô de Londres é, provavelmente, o mais caro do mundo. A justificativa oficial é que o governo subsidia quase nada dos custos – então quem paga o pato, mesmo, é o usuário. Um bilhete de uma única viagem nas zonas 1 e 2 (as mais centrais e turísticas) custa dolorosas £ 4 (pouco mais de R$ 10,50). E não há muitas opções para fugir dos custos, como descontos para quem compra 10 bilhetes e outras jogadinhas do gênero. Já até houve um bilhete de três dias, perfeito para quem estava a turismo, mas hoje ele não existe mais. A boa notícia é que ele cobre todo e qualquer canto da cidade. E ainda é a opção mais barata de transporte na cidade.

Mas há, sim, uma luz no fim do túnel. O bilhete mais recomendável para quem está a passeio é o de um dia (chamado Travel Card). Ele não chega a ser uma barganha, mas se torna obrigatório para quem vai usar o underground mais de uma vez – uma simples ida e volta, por exemplo. Custa £ 6,60 (cerca de R$ 17,50), dá direito a viagens ilimitadas no período e pode ser comprado nas maquininhas tradicionais das estações. Quem vai ficar uma semana inteira pode optar pelo bilhete de sete dias – nas zonas 1 e 2 ele custa  £ 27,60 (o que dá £ 3,94 por dia). O site oficial dos transportes de Londres disponibiliza online mais informações e mapas – clique aqui.

Prefere ir de táxi?
Os famosos black cabs são mesmo um charme. Este site ajuda a calcular o preço médio das corridas. O sistema de transporte de Londres também disponibiliza as tarifas oficiais e faz simulações neste link aqui. Há, ainda, um tipo de táxi mais barato que se pode agendar com antecedência: são os minicabs, que não têm pontos e nem circulam pegando passageiros nas ruas – atendem apenas por telefone. Eles não têm taxímetro e os preços devem ser acordados previamente. Há uma série de empresas de minicab autorizadas. Quem estiver com celular pode mandar uma mensagem escrita CAB para o número 60835* e receberá três números oficiais. Os hotéis também costumam ter uma lista das melhores cias.

(foto: “(c) Transport for London 2005″)

Comentários (2)
Deixe seu comentário
Nome
E-mail
Comentário (Seu comentário mínimo 5 caracteres )

  • Por: Norberto Sutillo de Arruda
  • -
  • 14 de maio de 2013 at 14:04

Em junho/2013 deveremos passar 11 dias em Londres. Temos lido muitos comentários sobre o Oyster Card para as zonas 1 e 2. Por exemplo: compro um Oyster Season Ticket (7 dias) para as zonas 1 e 2. A maioria das atrações estão dentro destas zonas, mas eu quero conhecer Wembley Stadium (zona 4), posso usar o Oyster ? Também posso usar em todos os meios de transporte de Londres ? Abraço.

  • Por: Gustavo
  • -
  • 16 de junho de 2011 at 0:54

Discordo um pouco do post. Considero os valores do metrô de Londres muito justos.

Na conversão para reais, pode até parecer um exagero, mas, estabelecido o contexto completo, que envolve a remuneração britânica e a qualidade do sistema, o transporte público da capital inglesa torna-se até barato. Lembre-se: no Brasil, não se viaja com praticidade, a menos que se pegue táxi.

O post está um pouco confuso, porque em certo momento dá a entender que não há promoções ou formas de o usuário diminuir o custo de cada viagem. Mas existem diversas possibilidades, como o já referido Oyster Card, que estabelece teto de gasto de 8 pounds por dia. Com esse valor, viaja-se para qualquer canto turístico nas zonas 1 e 2, quantas vezes quiser durante o dia, entrando e saindo de ônibus e metrô sem pagar nada a mais por isso. Quem fica 5 dias pode aproveitar mesmo o 7 Day Travelcard, que dá uma liberdade absurda: ônibus e metrô à vontade durante uma semana inteira. Esse tipo de passe, aliado à praticidade, velocidade e abrangência do tube, é uma das grandes maravilhas do transporte em Londres. Um grande entrave, porém, para se desfrutar de tudo isso, são as constantes greves e ameaças de paralisação que o sistema tem enfrentado.

Quem quiser algumas dicas sobre metrô e ônibus em Londres pode visitar o Mapa de Londres, em http://mapadelondres.org/category/onibus-e-metro/