Fortaleza

Cidade

Mapa
Ver no mapa:
|
|
 
PREVISÃO DO TEMPO

Fonte: Climatempo
  • fortaleza.ce.gov.br
  • 2.551.806 hab
  • 85
  • Ceará

  • Natal, 552 km, Teresina, 626 km, João Pessoa, 704 km, Recife, 822 km, São Luís, 1055 km, Salvador, 1376 km, Brasília, 2482 km, Rio de Janeiro, 2812 km, São Paulo, 3121 km

No inverno, não tem jeito: o brasileiro quer mesmo é viajar para Fortaleza. As temperaturas são altas o ano todo, o sol não foge e a chuva é escassa. O destino bate Rio de JaneiroGramado no período, com 12,9% da preferência, segundo levantamento do Instituto de Pesquisas, Estudos e Capacitação em Turismo (Ipeturis) em 2013. A infraestrutura é uma das mais anabolizadas para atender quem quer curtir a areia e o mar, começando pelas barracas ecléticas da Praia do Futuro. A água é limpa por lá – o que não acontece nas praias de IracemaMeireles e Mucuripe, procuradas pelos fortalezenses para se exercitar no calçadão. Quem visita a cidade dificilmente resiste a esticar até a vizinha Aquiraz, onde fica o melhor parque aquático do país, o Beach Park. No quesito gastronomia, a capital cearense mantém quatro restaurantes estrelados no GUIA BRASIL 2015.

COMO CHEGAR

O acesso para quem vem do sul é pela BR-116 ou pela litorânea BR-101 até Natal. Depois, pegue a BR-304 até Aracati e, de lá, a CE-040 até a capital cearense. Quem chega de Belém deve seguir pela BR-316 até Teresina, depois rodar pela BR-343 até Piripiri, e seguir pela BR-222 até Fortaleza. Do Aeroporto Internacional Pinto Martins até a Avenida Beira-Mar a corrida de táxi custa R$ 40 (Coopaero, 3392-1500). Há também a opção dos ônibus urbanos (R$ 2,20), que saem do aeroporto com destino a bairros próximos da Avenida Beira-Mar.

COMO CIRCULAR

A maioria dos hotéis está nos arredores das avenidas Beira-Mar e Historiador Raimundo Girão, nas praias de Mucuripe, Meireles e Iracema. Para visitar a Praia do Futuro, onde também há opções de hospedagem, o melhor é pela Avenida Santos Dumont – a via passou por obras em 2014 e ganhou um viaduto para facilitar a fluidez do trânsito. Saindo de Mucuripe para a Praia do Futuro, o caminho pela orla é mais curto, mas é preciso passar próximo à Praia do Farol, ou Titãzinho, região com problemas de segurança. Os ônibus (R$ 2,20) circulam por toda a cidade. Nos terminais urbanos, troca-se de veículo sem pagar outra passagem. À noite, prefira táxis.

UM DIA PERFEITO

Passe o dia na Praia do Futuro, a melhor da cidade. Ela tem mar limpo e barracas estruturadas, com parque aquático, massagem e internet wi-fi. À tarde, não perca a chance de conhecer o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, com uma exposição fixa sobre os vaqueiros do Ceará. Ali também há mostras de arte contemporânea, planetário e cinema. Depois, siga para apreciar o pôr do sol na Praia do Meireles e aproveite para conferir os achados da Feirinha da Beira-Mar. À noite, jante no elegante L’Ô, que ainda tem um agradável jardim a céu aberto.

O GUIA RECOMENDA

Três dias - Reserve um dia inteiro para curtir as piscinas e toboáguas do Beach Park. As crianças vão até pedir outro dia aqui, principalmente por causa do Acqua Circo, um enorme playground molhado feito especialmente para elas. Para provar os pescados mais frescos de Fortaleza, preparados na churrasqueira, siga para o Vojnilô. Aproveite o segundo dia para fazer um Passeio de 4x4 Pelo Litoral até Cumbuco ou Canoa Quebrada. No trajeto, aprecie o belo visual das praias cearenses. No jantar, experimente os pratos com carne de sol do estrelado Colher de Pau. No último dia, faça um passeio pelo Centro de Fortaleza, onde fica o Theatro José de Alencar. Para encontrar boas lembranças, vá ao Mercado Central e ao Centro de Turismo.

PROGRAME-SE

Mesmo na época de chuvas, é difícil pegar um dia inteiro com tempo fechado. Nos meses de férias escolares as diárias sobem acompanhadas pelo alto fluxo de turistas. Em julho, o Fortal movimenta a rede hoteleira – reserve o quarto com bastante antecedência.

HOTÉIS

A maior parte dos hotéis fica nas avenidas Beira-Mar e Historiador Raimundo Girão, vias que acompanham a orla das praias de IracemaMeireles e Mucuripe, todas com água poluída, mas perto do Centro e de bares e restaurantes. Em geral, são hospedagens verticais, de grande porte e com áreas de lazer compactas. Própria para banho, a Praia do Futuro, a 10 km do Centro, sedia o segundo polo de hospedagens da capital cearense. Prédios horizontais marcam boa parte da hotelaria nesta região, pródiga em barracas de boa estrutura para passar o dia com o pé na areia.

ONDE COMER

Os pontos mais agitados da cena gastronômica são os bairros Aldeota e Varjota, não muito longe da orla. Neste último estão dois dos quatro estrelados locais: o Colher de Pau, famoso pelos pratos cearenses, e o Vojnilô, que prepara peixes e frutos do mar na brasa.

COMIDA TÍPICA

Pargo e lagosta -- O pargo assado no sal grosso aparece em cardápios pelo país afora, mas foi nas barracas da Praia do Futuro que a receita virou um hit gastronômico. Salada e arroz acompanham o prato na versão tradicional. Mas atenção: para agilizar o serviço, alguns estabelecimentos deixam o peixe pré-assado. Outro sucesso local é a lagosta, encontrada por preços mais baixos aqui. Alguns restaurantes, porém, substituem o crustáceo pelo lagostim, menos nobre. Fique de olho: a lagosta é maior e tem antenas grandes, quase do tamanho do corpo. Mas a principal diferença está no preço. O quilo da lagosta custa cerca de dez vezes mais do que o do lagostim.Onde comer: Pargo assado no sal grosso nas barracas da Praia do Futuro. Os restaurantes de pescados servem outras receitas de pargo e pratos com lagosta.

Peixada Cearense-- Muito nutritiva, a receita foi criada para os jangadeiros reporem as energias ao voltar do alto-mar. Pedaços de cebola e cenoura vão ao fogo com batatas, ovos e tomates numa panela de barro. Quase no fim do cozimento, adicionam-se leite de coco natural e o peixe (temperado com sal, limão e alho), que pode ser pescada-amarela, pargo, cavala, robalo ou beijupirá. Os acompanhamentos mais comuns são arroz, farofa de banana e pirão. Onde comer: Colher de Pau, Coco Bambu Frutos do Mar e Marquinhos Delícias Cearenses.

NOITE

Nem só de forró vive a noite de Fortaleza – mas não dá para negar que a capital é um dos melhores lugares do país para dançar agarradinho. Nas segundas-feiras, o Pirata (R. dos Tabajaras, 325, Iracema, 4011-6161) tem bandas ao vivo e paquera rolando solta; a noite começa com forró, mas depois inclui outros ritmos, como MPB. Nos fins de semana, bandas de forró pé de serra sacodem o Kukukaya (Av. Pontes Vieira, 55-A, Dionísio Torres, 3227-5661), que capricha na decoração regional. Para mudar de ritmo, vale investir no Degusti, que toca pop rock e serve caipirinhas criativas; no Mucuripe Club (Tr. Maranguape, 108, Centro, 3254-3020), com axé, música eletrônica e pop rock aos sábados; e no Órbita Bar (R. Dragão do Mar, 207, 3453-1421), que tem rock nas noites de domingo. Na happy hour, a pedida é a sempre disputada Picanha do Cowboy ou o pôr do sol no Boteco Praia. Outro bom lugar para o início (e o fim) de noite são os movimentados bares em volta do Centro Cultural Dragão do Mar – um deles é o Buoni Amici's Sport Bar, que tem bandas variadas às sextas e samba aos sábados. Os shows de humor, quase tão clássicos quanto o forró, ocorrem todos os dias no Beira-Mar Grill (Av. Beira-Mar, 3221, Meireles, 3242-7413), às quintas na barraca Crocobeach, na Praia do Futuro, e às terças, quintas, sextas e sábados na Lupus Bier (R. dos Tabajaras, 340, Iracema, 3219-2829). Às quintas, as piadas vêm acompanhadas da famosa caranguejada nas barracas da Praia do Futuro, como a Chico do Caranguejo (Av. Zezé Diogo, 4930, 3262-0108). 

DICAS PARA CURTIR FORTALEZA

- Clássico: O Pirata Bar é um dos programas mais tradicionais de Fortaleza . A casa só abre às segundas, quando realiza a festa A Segunda Mais Louca do Mundo, que tem quase 30 anos de tradição.

- História: Fortaleza foi a primeira capital a decretar o fim da escravidão, em 24 de maio de 1883. A então província do Ceará fez o mesmo em março de 1884, abrindo caminho para a Lei Áurea (que só seria assinada pela Princesa Isabel em 13 de maio de 1888).

- Compras: No fim do corredor central do Centro de Turismo fica a loja de Seu Quixadá. Ele é famoso pelas castanhas de caju graúdas e selecionadas, que podem sercompradas até com sabor de cappuccino.

- Típico: Cidade natal de humoristas famosos, como Tom Cavalcante, Fortaleza tem uma extensa programação de shows de stand-up comedy. Às quintas-feiras, as barracas da Praia do Futuro unem essas apresentações a outra tradição local: as caranguejadas.

-Lugarzinho: O cênico pôr do sol de Fortaleza pode ser curtido de vários pontos. O melhor deles é o Espigão da Rui Barbosa, uma grande passarela que avança sobre o mar, na Praia de Iracema. Depois de se afastar 200 m da areia, você observa o sol se esconder.

Por Ian Pellegrini Montes

Comente