João Pessoa

Cidade

Mapa
Ver no mapa:
|
|
 
PREVISÃO DO TEMPO

Fonte: Climatempo
  • joaopessoa.pb.gov.br
  • 723.514 hab
  • 83
  • Paraíba

  • Campina Grande 135 km, Recife 136 km, Natal 184 km

João Pessoa, a simpática capital da Paraíba, apresenta uma feliz combinação de praias bacanas, atrações históricas e boas compras -- com preços mais baixos do que outras capitais litorâneas. Durante a noite, o enorme calçadão entre as praias de Cabo Branco, Tambaú e Manaíra ferve de gente praticando esportes, passeando ou bebericando em uma das barracas com música ao vivo. Os pontos mais preservados da orla ficam afastados do Centro, ao norte e ao sul -- vale a pena pegar o carro ou fazer um passeio para conhecê-los. Pérola do barroco brasileiro, o Centro Cultural São Francisco encanta quem gosta de arte sacra. Para prazeres menos espirituais, a deliciosa culinária local está fartamente representada no estrelado Mangai, que tem uma centena de receitas regionais em seu bufê de comida típica.

COMO CHEGAR

O Aeroporto Internacional Castro Pinto, que fica no município de Bayeux (a 14 km do Centro de João Pessoa e a 25 km da orla), recebe voos das principais capitais brasileiras. Até a Praia do Tambaú, a corrida de táxi custa por volta de R$ 85. Para quem vai sozinho, a melhor opção é o traslado oferecido pelo Luck Receptivo (83/3219-8815, R$ 38 por pessoa); a Cliotur (83/3247-4460) tem bons produtos para grupos com mais de quatro pessoas. A rodoviária de João Pessoa fica próxima ao Centro e logo em frente há um terminal de integração, com ônibus para toda a cidade. As linhas 510 e 513 da empresa Transnacional fazem o trajeto a pouco mais de R$ 2 -- o percurso de táxi até a orla sai em média por R$ 25. Para quem viaja de carro e vem do sul, a BR-101 é o caminho natural -- há trechos cansativos, mas na Paraíba a rodovia já está inteiramente duplicada.

COMO CIRCULAR

É muito fácil se deslocar na cidade. As principais atrações -- a Orla e o Centro Histórico -- são ligadas pela Avenida Epitácio Pessoa. Para as praias mais distantes, como Tambaba e Coqueirinho, ao sul, pegue a PB-008 -- asfaltada até Tambaba. Ao norte, a BR-230 vai até o município de Cabedelo. Para as praias mais ao norte do estado, como a Barra de Mamanguape, é preciso seguir pela BR-101.

ONDE FICAR

Os principais hotéis se concentram na orla urbana de Cabo Branco, Tambaú e Manaíra -- nestas praias também fica a maioria das atrações. As tarifas da cidade estão abaixo da média praticada no litoral nordestino -- aqui você consegue reservar hospedagens confortáveis e de boa localização por menos de R$ 250 o casal.

ONDE COMER

É quase impossível pedir uma indicação na cidade e não ouvir "Mangai" como resposta. Famosa pelo bufê extenso, o único estabelecimento estrelado pelo GUIA QUATRO RODAS BRASIL na cidade, fica em Manaíra. O bairro concentra outras boas opções, como o Nau, de pescados, e o francês Degustar.

Comida típica

Cozinha sertaneja - O sertanejo é, antes de tudo, um apreciador de comida forte. Por lá, é regra acordar cedo e trabalhar muito. Assim, a culinária só poderia ser vigorosa e calórica. O cardápio inclui carne de sol, feijão-verde, galinha caipira, arroz de leite, feijão-de-corda, buchada de bode, baião de dois, paçoca (carne de sol assada e desfiada, socada no pilão com farinha), sarapatel (refogado de miúdos de porco ou de bode) e rubacão feijão, arroz, charque, queijo e legumes). Para a sobremesa, uma caprichada alquimia de doces, como a pamonha, a tapioca, o queijo coalho assado com mel de engenho (caldo de cana cozido) e a coalhada com rapadura e alfenin (massa clara feita com mel de engenho).

QUANDO IR

A temperatura média na cidade é alta o ano todo, mas, entre março e agosto, época das chuvas, as médias caem um pouco. De março a novembro, os hotéis têm bom custo-benefício. Vale a pena acordar cedo -- aqui, o sol nasce antes das 5 horas.

SUGESTÃO DE ROTEIROS

1 dia - com apenas um dia em João Pessoa, concentre seu tempo na simpática orla. Aproveite o sol em Bessa, considerada pelos moradores a mais bela praia da área urbana, e à tarde visite o Mercado de Artesanato Paraibano (MAP), onde predominam as peças em algodão colorido. À noite, caminhe ou beberique em algum dos quiosques com música ao vivo espalhados pelo calçadão de Tambaú e Cabo Branco.

3 dias - Não deixe de fazer o programa mais clássico da cidade: o pôr do sol na Praia do Jacaré ao som de Bolero, de Ravel, saindo do sax de José Jurandir Félix, o Jurandy do Sax. Todo santo dia ele se despede do sol em sua canoa sobre o Rio Paraíba. Vale a pena dedicar um dia para conhecer o Centro Histórico da cidade, onde fica o Centro Cultural São Francisco, considerado um dos mais belos exemplos do barroco brasileiro. Inaugurada em 2008, com as inconfundíveis curvas de Oscar Niemeyer, a Estação Cabo Branco merece uma visita -- o mais novo cartão-postal da cidade tem também exposições permanentes e permanentes.

5 dias - É tempo de sobra para pegar a estrada em direção a Conde e conhecer o bonito e pouco explorado litoral sul da Paraíba, com destaque para Coqueirinho e Tambaba (primeira praia de nudismo do Nordeste). Se quiser ainda mais sossego, dê um pulo em Barra do Mamanguape (sede do projeto peixe-boi marinho). Ali, o mar encontra o rio Mamaguape, num dos pontos mais belos da costa.

Comente