Praia Patacho

Praia

  • 10 km

Há quem diga que Lage, outra praia do município de Porto de Pedras, é mais bonita que Patacho. De fato, as duas têm areias claras, água translúcida e coqueiros vistosos ao fundo. São quase desertas e perfeitas para um dia de sossego. Mas Patacho se transforma na maré baixa e ganha, nessa época, o voto de qualquer indeciso: o mar seca, e é preciso andar centenas de metros até chegar às piscinas naturais.

Por que é 5 estrelas? Tem localização privilegiada, com acesso fácil (apesar de não-sinalizado), mas é pouco explorada. Você não será incomodado por outros banhistas ou vendedores ambulantes. Aproveite o sossego para tomar um banho despreocupado no mar calmo e raso durante a maré baixa.

Preste atenção: Nas fases cheia ou nova, a Lua aparece horizonte. Os hóspedes das pousadas próximas costumam ficar na areia para observá-la nascer do mar. A melhor foto Na maré baixa, quando o mar se recolhe e deixa uma extensa faixa de areia. Consulte a tábua de marés para programar a visita (as pousadas sabem informar).

Tempo de visita: Não há barracas, bares ou restaurantes na praia. Se quiser passar o dia no lugar, leve guarda-sol e um lanchinho, ou coma nos restaurantes das pousadas Xuê e Patacho.

Quando ir: Há sol o ano todo, mas costuma chover mais em maio e junho. Visite na maré baixa.

Serviço: A Praia do Patacho pertence ao município de Porto de Pedras e fica a 10 km de São Miguel dos Milagres. Não há sinalização na pista, mas uma boa dica para quem vem do centro de São Miguel é virar à direita logo após passar por uma praça com uma estátua do Padre Cícero. É preciso pegar uma estradinha que avança pelo meio de um coqueiral até chegar à orla deserta. Com chuva, o acesso fica intransitável.

Comente