Pesca no Pantanal

Pesca

A fartura não é a mesma de 30 anos atrás, mas o Pantanal ainda é destino top para pesca.

São centenas de rios e afluentes e cerca de 250 espécies de peixes. As preferidas são o arisco dourado, cuja pesca é proibida no estado de Mato Grosso e em Corumbá (MS), o esperto pacu e os grandes peixes de couro, como jaús e pintados. A pesca de piranha é a mais comum.

Os principais destinos são Cáceres e Poconé, no Mato Grosso, onde navega-se pelos rios Cuiabá, Sepotuba, Piquiri, São Lourenço e Paraguai (informações na Secretaria de Turismo do Mato Grosso, 65/3613-9313); no Mato Grosso do Sul, Corumbá e Porto Murtinho são as cidades mais procuradas e os principais rios são Miranda, Paraguai e Aquidauana (informações no Manual do Pescador).

Barcos-hotel navegam por até uma semana atrás dos melhores pontos. Em geral, eles providenciam a carteira de pesca e a licença exigida, também emitida pela internet. Durante a piracema (de janeiro a feveveiro e de novembro a dezembro), a pesca é proibida.

Melhor época

A atividade é permitida por lei só entre março e outubro. Nos meses de março e abril os rios estão cheios e há poucos turistas na região.

Comente