Inspirando as pessoas a cuidar do planeta desde 1888 | Saiba mais »

rio+20 14/06/2012

Rio terá parque estadual e unidades de Policiamento Ambiental

Os decretos que criam o parque e as Upams serão assinados pelo governador Sérgio Cabral durante a Rio+20

por Douglas Corrêa, da Agência Brasil

Ricardo Zerrener

O Parque Nacional da Tijuca tem ciclovia, cachoeira, áreas para piquenique e mais de 100 trilhas

Ricardo Zerrener

As Upams visam evitar desmatamento e construções irregulares em áreas de Mata Atlântica

O secretário estadual do Ambiente, Carlos Minc, anunciou nesta quarta-feira (13) a criação do Parque da Pedra Selada, na região do Médio Paraíba, e a implementação de unidades de Policiamento Ambiental (Upams) para atuar nos parques e florestas do Rio, evitando ações de desmatamento e construções irregulares em áreas de Mata Atlântica.

De acordo com Minc, os decretos que criam o parque e as Upams serão assinados pelo governador Sérgio Cabral durante a Rio+20, no pavilhão do governo do estado, no Parque dos Atletas.

“O Parque Estadual da Serra Pelada, na área da Serra da Mantiqueira, vai unir a Pedra Selada ao Parque Nacional de Itatiaia. Isso vai reforçar o ecoturismo na região. A criação das unidades de Policiamento Ambiental nos nossos parques estaduais, em parceria com a Secretaria de Segurança, também vai incrementar o ecoturismo”, avaliou.

Minc disse que o governador também vai assinar o decreto que institui metas de redução das emissões de carbono por setores econômicos do Rio de Janeiro. “Vamos mostrar que o Rio de Janeiro tem metas de redução das emissões de carbono. A gente quer que o planeta tenha pelo menos 30% de energia renovável. Temos que influir para que saia daqui [da Rio+20] uma declaração sólida em prol do meio ambiente”.

O secretário anunciou ainda mais duas iniciativas no estado na área ambiental: a Bolsa de Ativos Ambientais do Rio de Janeiro (BV-Rio) e o Polo Verde. O polo será construído na extensão do campus da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), na Ilha do Fundão, e vai reunir empresas de ponta e um centro de pesquisas para estimular negócios sustentáveis. A BV-Rio é uma plataforma de negócios para promover o mercado de ativos verdes no Rio de Janeiro.

 

Comente