Barcelona boa e barata, parte2: vale a pena encarar um albergue?

Muita gente (e já estive incluída neste pacote na primeira vez em que viajei pela Europa) nem pensa duas vezes: a forma mais barata de hospedagem é albergue e ponto. Daí o sujeito vai lá, faz aquela carteirinha da Hosteling International e passa noites amargando o ronco alheio achando que fez um belo negócio. Em alguns lugares, o albergue pode até valer muito a pena mesmo. Mas em Barcelona não é bem assim.

Uma cama em quarto coletivo por aqui pode custar de 16 a absurdos 36 euros por noite. Na minha opinião, dormir ao lado de mais N pessoas estranhas e ter a chatice do horário para entrar e sair (nos albergues que ainda por cima têm essas torturas chamadas lookout e curfew) só vale a pena em duas ocasiões: quando você quer apostar na maneira mais fácil de fazer amigos (e isso é realmente tiro e queda) ou quando está viajando duríssimo e sozinho.

E digo sozinho não pela possibilidade de bater uma “solidão num quarto de hotel”. E sim porque, em duas pessoas, o albergue não vale mais a pena no quesito preço. Pelo menos aqui.

Por exemplo, a pensão Hostal Oliva, em pleno Passeig de Gràcia, a avenida mais chique da cidade, tem quartos bacaninhas, amplos e limpos para duas pessoas por 62 euros. Suponhamos que você e o seu amigo resolvam ficar no albergue Alternative Barcelona, bacaninha, com cozinha, wi-fi e sem corfew. Uma cama por ali pode custar até 36,70 euros na alta temporada. No total, sairia 73 euros, mais caro do que no Hostal Oliva e o preço de muitos hotéis 3 estrelas da cidade que você pode encontrar pelo site atrapalo.com. Tem cabimento?

Isso sem falar no site Barcelona 1000 rooms, que aluga quartos em apês de estudantes, baratíssimos. Ali, dá pra encontrar um single por 20 euros! E de lambuja você ainda conhece gente que mora na cidade. Não é muito mais legal?

Espera, porque a coisa ainda melhora. Digamos que você esteja viajando num grupo de 6 amigos. Pela Barcelona Easy Sleeps, você pode alugar este apartamento super central, uma belezinha, por 125 euros por noite. Ou seja, 20 euros por pessoa!

E este apê em plenas Ramblas da Feel Barcelona (na foto)? Custa 60 euros por noite para 4 pessoas. Ou seja, a pechincha de 15 euros por pessoa.

Faça um favor a si mesmo: queime a sua carteirinha de alberguista, ao menos se o seu destino for Barcelona.

CLIQUE AQUI PARA VER UMA LISTA DE EMPRESAS DE ALUGUEL DE APARTAMENTOS EM BARCELONA

CLIQUE AQUI PARA VER O DOSSIÊ DE DICAS DE BARCELONA

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.