Quatro noites perfeitas em Barcelona

Para sair arrumadinho
A noite pode começar com um jantarzinho em um dos restaurantes do bairro do Borne, o bairro mais cool da cidade. Tente o Sikkim (um dos meus favoritos na cidade), o Gente de Pasta ou o Repla. Depois, dê uma esticadinha em um dos incontáveis bares bacanas das redondezas. O agito é garantido no branquíssimo The White Bar e no La Fianna. Lá pelas duas e meia da matina, pegue um táxi e despenque para Pedralbes, o Morumbi de Barcelona, e sacuda o esqueleto ao lados dos pijos (los Mauricitos españoles) mais cheirosos da cidade no Elephant Club. Para uma balada mais pop – e lotada de brasileiros – vá na Pachá.

Para sair desencanado
Comece traçando uma comidinha boa e barata nos N restaurantes libaneses de Gràcia. A carrer Verdi tem uma meia dúzia de opções. O Equinox é o que faz mais sucesso. Se tabule não for a sua praia, experimente os maravilhosos sushis do Kibuka. Depois faça um esquenta em algum boteco da Plaça del Sol (o Café del Sol é uma delícia e vive lotado), da Plaça Virreina ou da Plaça de la Revolució (o Canigó tem uma das cervejas mais baratas da cidade). Tomar um mojito no cubano Raim também pode ser uma ótima. Quando tudo fechar, ainda rola uma cervejinha comprada dos paquistaneses no banco da praça. Mas para embalar de vez, vá até o Born e encare o Magic, um inferninho onde toca musica dos 80 e o povo enlouquece até de manhã.

Para sair moderninho
Prove a comidinha fusion dos restaurantes badaladinhos do Raval: La Reina del Raval, a filial ravalera do La Verónica, na Rambla del Raval, o mexicano Dos Trece e o Carmelitas são algumas das opções. Na seqüência, se jogue num dos infinitos bares do bairro. O mais tradicional de todos é o Marsella (na Carrer Sant Pau, quase esquina com a Rambla del Raval), de onde até Picasso já saiu torto de absinto. Mais moderno e animadíssimo é o Sifó(onde bato cartão), lá perto. Para engrenar até o sol raiar, arraste-se até o Fellini (foto). Mas, se for verão, melhor uma balada ao ar livre na La Terrrazza (a eterna melhor balada da cidade), que reabrirá no próximo dia 23.

Para sair num esquema mais tranqüilo
Experimente o bom, bonito e barato Senyor Parrellada (Carrer Argentera, 37), no Borne. Ou caia de boca em uma paella no tradicionalíssimo Los Caracoles, no Barrio Gótico. Depois, tome uma cervejinha no lindíssimo La Confitería (o preferido de John Malkovich quando está na cidade), na Carrer Sant Pau quase esquina com o Paral-lel, no Raval, de preferência na parte da frente do bar, em estilo modernista. Se restar empolgação, pegue uma musiquinha ao vivo no esfumaçado London Bar (Carrer Nou de la Rambla, 34), no próprio Raval, ou volte ao Gótico e vá no Harlem.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.