Café brasileiro 13/04/2012

Fotos: cafeterias para degustar um bom café no Brasil

O GUIA QUATRO RODAS indica cafeterias no Brasil que servem bebidas bem tiradas

por Marcela Braz, Tânia Vinhas e Viviane Macedo

Um bom cafezinho, extraído com primazia, deixa a qualidade evidente no aroma, na textura e no sabor. A equação depende das características do fruto, dos processos de torrefação e moagem e da habilidade do barista de tirar o café, além de fatores como temperatura e harmonização.

O blend, combinação de diferentes tipos de grãos, merece atenção, pois cada espécie tem características próprias de aroma, corpo, acidez e ponto de torra ideal. O Alta Mogiana, por exemplo, tem aroma achocolatado e baixa acidez, já o Sul de Minas possui acidez acentuada e aroma floral. Harmonizar as variáveis e fazer a torrefação adequada é, muitas vezes, tarefa do próprio estabelecimento e garante a personalidade das marcas.

Grãos bem escolhidos fazem a diferença. É por isso que o Jacu Bird Coffee, produzido na Fazenda Camocim, no Espírito Santo, é um dos cafés mais exóticos e caros do mundo. O fruto é retirado das fezes do pássaro jacu, que seleciona os melhores grãos para engolir e não os processa na digestão.

French press ou cafeteira italiana? A extração é fundamental para resultado com pouca ou muita concentração de cafeína. Em muitos estabelecimentos, o cliente pode escolher qual prefere.

O coado (com papel ou pano) é o mais comum nas residências brasileiras e permite maior extração de cafeína, pois a água fica mais tempo em contato com o pó. Já o espresso é mais concentrado e consistente, carrega mais pó para a bebida. A french press (ou prensa francesa) leva o nome porque a mistura da água com os grãos moídos é pressionada por um êmbolo, até que o líquido suba e os resíduos permaneçam no fundo do recipiente. O resultado é uma fusão mais densa entre a água e o café moído, com mais óleos e sedimentos. A cafeteira italiana o faz encorpado, com sabor forte, que lembra o do espresso. A aeropress também garante essas características, mas com o café coado.

Escolhido o tipo de extração, é hora de degustar! Conheça algumas cafeterias no Brasil que cumprem esses critérios de qualidade e servem cafezinhos aromáticos, saborosos e bem tirados.